Residência Multiprofissional em Saúde: avanços e desafios

Foi realizado um estudo sobre os cursos de Residência Multiprofissional em Saúde da Família, apoiados pelo Ministério da Saúde, buscando conhecer suas origem, concepção pedagógica, contribuição para a formação de recursos humanos em saúde, com vistas ao SUS, e os desafios que ainda precisam ser enfrentados por esta modalidade de formação.

A proposta visa a elaboração de publicação sobre o tema. Trata-se de projeto realizado em parceria ente o DEGES/SGTES e os programas de residências multiprofissional em saúde da família financiados pelo Ministério da Saúde até 2006, período no qual se constituía a Comissão Nacional de Residência Multiprofissional no MEC.

Pesquisadores:

Ana Estela Haddad, Antonio Sergio de Freitas Ferreira, Alexandre André dos Santos, Carlos Augusto Martins Netto, Laíse Rezende de Andrade, Luzia Claudia Dias Couto, Mauro Maciel de Arruda, Renato Rocha Fonteles, Sara Regina Souto Lopes

Resultados:

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Residência multiprofissional: experiências, avanços e desafios. Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2006. 414 p. (Série B. Textos Básicos de Saúde. ISBN 85-334-1298-3

Haddad AE. Sobre a residência multiprofissional em saúde. Interface (Botucatu)  [Internet]. 2009  Mar [citado  2015  Nov  28] ;  13( 28 ): 227-228. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832009000100019&lng=pt.  http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832009000100019.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.